sexta-feira, 28 de janeiro de 2022

Auxílio Combustível Governo do Maranhão

Taxa de desemprego no Maranhão recua e fica em 15%

Foto: reprodução
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

A fala do Presidente do Banco Central americano reafirmando que pode acelerar a retirada dos estímulos econômicos fizeram as bolsas internacionais a recuarem e o dólar se valorizou frente a todas as moedas.

O Ibovespa seguiu as bolsas internacionais e teve queda de 1,12% ficando aos 100.727 pontos. A Comissão Mista de Orçamento aprovou o relatório de receitas do orçamento de 2022 em R$2,03 trilhões e adicionaram R$72,1 bilhões. Enquanto a votação da PEC dos Precatórios ficou marcada para hoje, com aprovação os mercados podem se equilibrar e diminuir a volatilidade na bolsa de valores.

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) informou a criação de 253 mil empregos com carteira assinada no mês de outubro. No acumulado de janeiro a outubro de 2021, o saldo é de mais de 2,6 milhões de novas vagas de emprego. Já no Maranhão, apresentou a abertura de 4.979 mil empregos. No acumulado de 2021, o saldo é de mais de 37.195 de novos empregos. O IBGE divulgou a taxa de desemprego, que recuou 1,6 ponto percentual, o 3° trimestre ficou em 12,6% e atinge 13,5 milhões de pessoas, uma queda 9,3%. Já as pessoas ocupadas chegou a 93 milhões, um crescimento de 4%. No Maranhão, a taxa de desemprego apresentou uma redução e ficou em 15%.

– Publicidade –

Outros destaques