Flávio Araújo pede para sair do Sampaio após perder Superclássico para Moto


Sete partidas! Esse foi o tempo que durou a quarta passagem de Flávio Araújo pelo Sampaio Corrêa. O treinador deixou o cargo após perder o Superclássico, do último sábado (9), para o Moto Club, por 1 x 0.

O Rei do Acesso chegou para tentar reestruturar a equipe após um vergonhoso rebaixamento na Série B de 2018, mas as contratações não surtiram efeito e o time venceu apenas duas vezes na temporada, com três derrotas e dois empates.

No comando de Flávio Araújo, o Sampaio Corrêa marcou sete gols e sofreu 12 gols, sendo que duas goleadas. A primeira por 5 x 0 para o Ceará e a outra por 3 x 0, dentro de casa contra o CSA-AL.

Está sendo ventilada a informação de que Arthuzinho, que teve passagem como treinador do Sampaio, possa estar assumindo o comando técnico da equipe, inclusive ele que indicou o garoto Cristian, que marcou dois gols em sua estreia, contra o São José, na abertura do Campeonato Maranhense 2019.

Nesta segunda-feira (11), o Sampaio Corrêa inicia a preparação para outro Superclássico, mas pela Copa do Nordeste. Moto e Sampaio se enfrentam domingo (17), às 17h, no Castelão.