sábado, 25 de junho de 2022

G10 Editora

Mulher que levou cotovelada precisa dormir amarrada, diz advogado

Fernanda Regina César, agredida com uma cotovelada na cabeça pelo dono de um bar em São Roque, continua internada no Hospital Regional de Sorocaba, sem previsão de alta. Segundo Ademar Gomes, advogado contratado pela família da vítima, o estado dela ainda exige cuidados.

— O pai esteve aqui. Falou que a filha não consegue dormir à noite de tanta dor de cabeça. Ela inclusive precisa dormir amarrada à maca para não cair.

A agressão aconteceu durante uma festa de São Roque. Fernanda teria falado mal da irmã de Anderson Oliveira, que reagiu com uma cotovelada, segundo o que ele contou em depoimento à polícia. O comerciante está preso na cadeia pública de São Roque e divide a cela com outros dois detentos.

Revoltado, irmão de mulher agredida por dono de bar em São Roque desabafa: “Foi uma monstruosidade”

Anderson foi indiciado por tentativa de homicídio qualificado — quando a vítima não tem chances de defesa. Ele pode responder ainda por omissão de socorro.

Leia mais notícias de São Paulo

O advogado de Fernanda espera que o agressor continue preso.

— Ele é desequilibrado, é perigoso. Nós queremos levá-lo a júri popular.

Até o fim da semana, a delegacia responsável pelo caso deve chamar as testemunhas que aparecem no vídeo da agressão para prestarem depoimentos.

– Publicidade –

Outros destaques