Sampaio Corrêa: comando de Flávio Araújo para retomar a hegemonia do Maranhense


Após uma temporada constrangedora que culminou com o rebaixamento na Série B do Campeonato Brasileiro e em que o Sampaio Corrêa nem passou da primeira fase no Estadual, a diretoria tricolor apostou no retorno do técnico Flávio Araújo para colocar a equipe de volta nos eixos.

Com um elenco mais modesto que os anos anteriores, o Tricolor acredita que pode voltar a vencer o Campeonato Maranhense e retomar a hegemonia do estado.

Pré-temporada

Para evitar surpresas, o Tricolor iniciou a sua preparação no começo do mês de dezembro, esperando chegar no início da temporada em uma boa condição física e tática. O treinador Flávio Araújo aproveitou para fazer testes com formações, principalmente com três zagueiros.

No único amistoso realizado, o Sampaio goleou o Santa Quitéria por 6 a 1 com um hat-trick do centroavante Maxuell Samurai no Estádio Castelão.

Campanha de 2018

O Sampaio terminou o Campeonato Maranhense de 2018 na pior colocação desde 2007 quando ficou também na 5ª posição. O Tricolor conseguiu apenas 10 pontos nos sete jogos disputados na primeira fase.

Foram três vitórias, um empate e três derrotas. As vitórias do Tricolor foram contra os últimos colocados Bacabal e Santa Quitéria e na derradeira rodada contra um já classificado São José.

Time-base

Flávio Araújo

Campeão maranhense de 2012 e 2014, o técnico Flávio Araújo retornou ao Sampaio Corrêa em busca de seu terceiro título estadual, além da tentativa de volta à Série B do Campeonato Brasileiro.

Com bastante tempo de treinamentos em relação a maioria dos adversário, Flávio Araújo acredita em um bom começo do Tricolor nas competições de 2019.

“A equipe passou por uma reformulação completa, mas todos estão trabalhando com muita seriedade para entrar forte no Campeonato Maranhense e na Copa do Nordeste, que são as competições a serem disputadas neste início de temporada”, afirmou.

Com uma série de caras novas e velhos conhecidos da torcida, o time do Sampaio parece estar pronto para os primeiros jogos.

“Já temos uma ideia do time titular, mas todos sabem que ninguém tem cadeira cativa, e é preciso o mesmo empenho sempre, de todo o grupo. A temporada é longa e é importante que todos estejam bem preparados porque, uma hora ou outra, podem ser requisitados”, completou.

Castelão

Um dos principais aliados do Sampaio nos últimos anos, o Estádio Castelão não foi um companheiro leal em 2018. Dois quatro jogos realizados em seu campo, o Tricolor conquistou apenas uma vitória, um empate e duas derrotas.
Quatro pontos ganhos em 12 disputados, um aproveitamento de 33,3% pontos bem abaixo do esperado pela equipe para a temporada. A expectativa é que em 2019 a história seja diferente e o Tubarão volte a ser temido no Castelão.