Atletas do Bangu são levados para hospital após incêndio em alojamento


Dois atletas do time de futebol do Bangu foram levados para o Hospital de Aeronáutica dos Afonsos (HAAF), no Campo dos Afonsos, na zona oeste do Rio de Janeiro, depois de princípio de incêndio em um dos alojamentos da Comissão de Desportos da Aeronáutica, na Universidade da Força Aérea (Unifa), no bairro da Sulacap, também zona oeste da cidade.

O alojamento abrigava jogadores do Bangu Atlético Clube, que após o treino foram descansar no local. O incêndio durou cerca de 10 minutos e foi controlado pelos Bombeiros com ajuda de três soldados da Aeronáutica. Os jogadores não sofreram queimaduras, e foram hospitalizados por conta da fumaça inalada.

O Centro de Comunicação informou ainda que o princípio de incêndio foi imediatamente controlado e “as causas do incidente serão investigadas”.

Incêndio recente no CT do Flamengo

O caso ocorreu três dias depois da tragédia que provocou as mortes de 10 jogadores da categoria de base do Flamengo no Centro de Treinamentos de Vargem Grande, na zona oeste, conhecido como Ninho do Urubu. Três atletas ficaram feridos. Um deles, Cauan Emanuel, deixou na tarde de hoje o Hospital Vitória, na Barra, onde estava internado desde sexta-feira (8). Francisco Dyogo permanece internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI) da mesma unidade hospitalar.

O jogador Jhonata Ventura, de 15 anos, que sofreu queimaduras mais graves no incêndio, está internado no Hospital Pedro II, em Santa Cruz, e apresentou melhoras nas últimas horas. Segundo o clube, Jhonata “teve a sedação suspensa, [apresenta] melhora dos parâmetros respiratórios e está estável hemodinamicamente”.

 Por Agência Brasil